Visualizações: 74

Tragédias podem ter ao menos um efeito positivo: deixam lições. Quando há gente disposta, é possível aproveitar a dor para aprender, para melhorar, para crescer. Não é o primeiro incêndio de proporções trágicas em São Paulo, nem no Brasil.

Houve aprendizado nos incêndios dos edifícios Andraus e Joelma, nos anos 1970; Grande Avenida e Center 3, nos anos 1980; e, mais recentemente, do Teatro Cultura Artística e da Boate Kiss, em Santa Maria. O que este incêndio nos ensina?

Nos demais, as principais lições diziam respeito a medidas de segurança, como rotas para saída de emergência, materiais de construção não-inflamáveis, hidrantes, extintores e chuveiros automáticos.

O desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida traz uma lição de outra ordem. Era, reconhecidamente, um dos prédios mais inseguros da cidade, não tinha condição de abrigar um único morador, quanto mais as 372 pessoas das 146 famílias recém-cadastradas pela Prefeitura…